gestão de descontos
Como fazer uma gestão de descontos eficiente
27 de dezembro de 2019
loja de cosmeticos online
Loja de cosméticos online: estratégias para aumentar as vendas
30 de janeiro de 2020
Exibir tudo

7 Tendências do e-commerce 2020 para aumentar as vendas

tendências do e-commerce

Saber quais são as tendências do e-commerce para o ano de 2020 é essencial para garantir um espaço de destaque no mercado, cada vez mais concorrido. Você provavelmente já sabe que o e-commerce no Brasil não para de crescer e os números são cada vez mais favoráveis, de forma a garantir o aumento das vendas. Já o cenário global é um pouco diferente.

Mesmo em queda, nos números globais, as estatísticas divulgadas pelo eMarketer reforça que o comércio eletrônico continuará forte. Em 2017 o crescimento global foi de 28%; em 2018 de 22,9% e no ano de 2019, estima-se que o crescimento foi de 20,7%. A previsão para os anos de 2020 e 2021 é que os valores cheguem aos 20%, alcançando a marca de US$ 5 trilhões.

 

Conheça as tendências do e-commerce para 2020 e prepare-se

Tenha em mente que, antes de fazer qualquer alteração no modelo de negócio da sua empresa, com base nas tendências do e-commerce é preciso planejamento. Apesar de serem estratégias que prometem sucesso, elas podem não se adequar ao seu modelo de negócio ou então necessitar de um investimento superior ao que é possível.

Portanto, avalie e evite cometer um destes 7 erros mais comuns do e-commerce que fazem perder vendas. O importante é conhecer, estar a par das novidades e saber identificar quais são aquelas que devem ser aplicadas à sua empresa, com o objetivo de aumentar as vendas:

 

1. Marketplaces e o efeito Amazon

Se você investe em marketplaces para aumentar as vendas do seu negócio com certeza já sabe que a Amazon Prime chegou no Brasil, ano passado. Junto com essa gigante também veio uma tendência do e-commerce: o efeito Amazon! Em um primeiro momento parece desafiador ter como concorrente esse player, considerado como um dos mais influentes do mundo.

Entretanto, é possível observar e acompanhar quais são as estratégias e formas com que a Amazon se apresenta no mercado brasileiro, para replicar as mesmas estratégias. Como por exemplo, como eles fazem a gestão de descontos, como apresentam e descrevem os produtos (fotos, vídeos, textos) e assim por diante. É interessante poder observar e acompanhar quais são as estratégias implementadas e aquelas de sucesso, para replicar no seu negócio.

 

2. M-commerce em primeiro lugar.

Mais do que nunca, uma das grandes tendências do e-commerce para 2020 é o m-commerce. Ou seja, o comércio eletrônico a partir dos dispositivos mobile. Portanto, se você quer aumentar as vendas e se destacar no mercado, com certeza precisa estar preparado para apresentar e vender os seus produtos via smartphones e tablets. O site precisa estar otimizado, assim como o processo de carrinho e conclusão do pagamento deve ser intuitivo e fácil. Sempre com foco na experiência positiva do cliente.

De acordo com a pesquisa publicada pela Fecomercio SP o número de compras realizado por dispositivos móveis vai superar aqueles feitos por desktop (computadores). Portanto, além de ter um site responsive, pense também na possibilidade de investir no desenvolvimento de um aplicativo para sua loja online.

 

3. Apresentação e descrição dos produtos

Assim como é crucial o atendimento personalizado para conseguir aumentar as vendas, a apresentação e descrição do produto também é uma tendência do e-commerce. Os clientes desejam, cada vez mais, saber o que é o produto, como ele funciona, quais suas cores, formatos e todo o resto que você possa imaginar.

Portanto, além de investir nas estratégias de conteúdo para as pesquisas do Google, com técnicas de SEO, pense nas descrições dos seus produtos, com muitas imagens e vídeos. É isso mesmo! Os vídeos podem mostrar como o produto funciona e potencializa o processo de decisão de compra. Com todas as informações disponíveis, o cliente fica mais tendencioso a concluir o processo.

 

4. Pesquisa por voz

Lembre-se também das novidades do Google que está cada dia mais inteligente e próximo da realidade humana. Portanto, invista em conteúdos bem escritos, pensados na lógica de como as pessoas falam. Cada vez mais as pessoas utilizam os assistentes de voz para pesquisar e encontrar aquilo que desejam na internet. E essa também é uma realidade próxima do e-commerce. Faça um teste e veja se consegue acessar ao seu site, por meio do assistente de voz. Caso contrário, já sabe que é preciso fazer algumas alterações para acompanhar as tendências do e-commerce.

 

5. Novas tecnologias como tendência do e-commerce

Chatbots, Inteligência Artificial e Realidade Virtual são algumas das novidades tecnológicas que podem afetar diretamente o desempenho do seu e-commerce. Tudo isso faz parte da experiência de atendimento personalizado e cada vez mais próximo da realidade do cliente. As tecnologias permitem que ele possa ter uma experiência similar ao de estar numa loja física.

No caso dos chatbots por exemplo, podem facilitar e tirar dúvidas que possam surgir durante o processo de pesquisa ou até mesmo de compra de um determinado produto. A Inteligência Artificial permite que as ações sejam medidas e pensadas de acordo com as ações das pessoas, como no caso do assistente de voz da Google ou da Apple, por exemplo.

Já no caso da Realidade Virtual, essa sim é um diferencial que alguns gigantes do e-commerce já começaram a investir. Por exemplo, no caso das lojas de móveis, não é perfeito poder tirar a foto da sua sala e selecionar o sofá que você quer comprar para ver como ele vai ficar? Ou então uma blusa que você acha que ficará perfeito com a sua saia e sapato favorito?

 

6. Omnichannel e logística de entrega

Muito se discutiu, no ano anterior, sobre a estratégia omnichannel como tendência do e-commerce no futuro. Mas a verdade é que esse futuro já chegou e as empresas precisam rever as suas estratégias e planejar como os meios físicos e online podem interagir com o objetivo de aumentar as vendas da empresa.

Assim como também é importante priorizar os desejos do cliente e oferecer as mais variadas opções de entrega (frete) para que ele possa se fidelizar à sua loja online. É o caso da logística de Locker, Pick Up Point ou Store, no qual fica a cargo do consumidor decidir como deseja receber a sua encomenda: buscar em um “armário” eletrônico com uma senha atribuída; ter um ponto de entrega que ele possa retirar sua compra ou mesmo uma loja parceira ou da própria empresa.

Essas são apenas algumas das principais tendências do e-commerce para este ano de 2020, que vão fazer toda a diferença no seu negócio. Pense, planeje e invista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *