tendências tecnológicas
5 tendências tecnológicas para aproveitar no seu e-commerce
3 de setembro de 2019
estratégia omnichannel
Apostar na estratégia omnichannel é o futuro?
10 de setembro de 2019
Exibir tudo

7 Erros comuns no e-commerce que fazem perder vendas

erros comuns no e-commerce

Criar um negócio do zero e fazê-lo prosperar não é fácil. É preciso planejamento, estratégia e investimento financeiro. Mas, em alguns casos, mesmo com todo o preparo o sucesso não chega. E sabe porquê? Alguns erros comuns no e-commerce podem estar comprometendo as suas vendas e, consequentemente, perdendo dinheiro.

Por isso a necessidade constante de revisar as estratégias e acompanhar o desenvolvimento do negócio (assim como as tendências tecnológicas). É a partir dessas boas práticas que se torna possível adaptar e desenvolver a sua loja online para se tornar uma empresa de faturação e realmente competitiva no mercado.

 

Evite esses erros comuns no e-commerce para aumentar as vendas

Ao passo que existem dezenas de lojas online “abrindo as portas”, também existem aquelas que estão fechando, principalmente por não conseguirem alavancar as vendas. Muitas vezes não se trata da falta de planejamento, mas sim de detalhes que são ignorados e que podem “custar caro”.

Veja quais são os erros comuns no e-commerce e como reparar o problema o quanto antes para aumentar as vendas:

 

1. Ignorar as estratégias de marketing de conteúdo

Muitos investidores não levam a sério esse tipo de estratégia, por pensar ser apenas um “extra” para os seus clientes. Mas está enganado! O mercado é competitivo e muitas vezes são os detalhes que se tornam um diferencial para que o cliente escolha a sua loja. Principalmente em marketplaces.

O cliente quer saber detalhes do produto, informações, reviews e informações que possam ajudá-lo a adquirir o produto. Portanto, investir no conteúdo, boas fotos e detalhes a respeito é essencial. Inclusive, pode ir além! Por exemplo, se você vende na sua loja tênis de caminhada, pode escrever e divulgar nas redes sociais, os benefícios da caminhada para a saúde e os tipos de calçados ideais para a prática. Ajudando o cliente no processo de tomada de decisão.

 

2. Não fornecer suporte ao consumidor

Mais conhecido como SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente -, essa ferramenta é a forma com que o potencial comprador tem para esclarecer suas dúvidas ou, no caso de já ter adquirido um determinado produto, entrar em contato, independente de qual seja o seu desejo (reclamar, agradecer ou pedir informações).

Conquistar a satisfação do cliente é aumentar as chances de fidelização e do bom e velho “passa palavra”. Se ele gostou da forma como foi realizado o procedimento de pré e pós-vendas, com certeza vai indicar o e-commerce para outras pessoas.

 

3. Não realizar melhorias

Com certeza você já deve ter feito uma pesquisa no Google e, ao clicar num determinado site, desistiu de ler a informação, pois parecia algo amador, sem segurança ou não confiável. Se as pessoas desistem nesse caso de busca por informações, imagine quando se trata da compra de um produto.

É muito importante testar, ouvir a opinião do cliente e ter a certeza de que o seu e-commerce é uma plataforma segura e fácil de mexer. Processos complicados demais também costumam resultar em pedidos incompletos, fazendo com que o faturamento não cresça.

Portanto, revise o design, o layout das páginas, retire os excessos de informação, atualize os plugins e ferramentas, crie descrições completas, passo a passo informativos e uma página para tirar as dúvidas mais comuns, assim como forneça contatos de atendimento ao cliente.

 

4. Informações enganosas

Pode até não ser a sua intenção, mas é preciso acompanhar e manter a tabela de preços, descontos e frete sempre atualizada. Informações enganosas costumam render feedback negativos, além de ser uma das razões mais recorrentes no que diz respeito às vendas perdidas.

Mantenha sempre o estoque atualizado e tenha mais de uma opção de companhia para entrega dos produtos, de forma a garantir que o serviço seja realizado dentro dos prazos estipulados. Lembre-se também de ficar de olho nas promoções, para que o cliente não fique no prejuízo.

 

5. Parceiros desalinhados

É muito importante escolher as parcerias que vão acompanhar o seu e-commerce. Elas também representam a sua marca e posicionamento no mercado. Por exemplo, de nada adianta se posicionar como uma loja virtual sustentável, se os produtos/matéria-prima utilizadas são de empresas que não possuem preocupação e respeito ao meio ambiente.

Prometer entrega rápida, eficiente, sem erros e no meno prazo possível só é possível quando o parceiro – neste caso a empresa de frete – cumprir com os prazos estabelecidos. Portanto, procure parceiros e investidores que sejam de confiança e estejam alinhados aos valores da sua empresa.

 

6. Poucos benefícios

Quais são as vantagens que o cliente tem ao adquirir um produto em sua loja online? Oferecer benefícios como descontos, promoções e cartões fidelidade, por exemplo, são formas de cativar o cliente.

Se você não faz uso dessa estratégia, com certeza está cometendo um dos erros comuns no e-commerce, aumentando as probabilidades de perder vendas.

 

7. Velocidade da página

Não basta realizar a otimização de velocidade apenas para as páginas de pesquisa. É preciso garantir que o cliente vá acessar a sua loja online de onde ele quiser, sem ter problemas com a conexão.

Diante disto, vale lembrar que é preciso otimizar o carrinho de compras, afinal de contas, é nesse momento que o cliente define se vai concluir ou não a compra. O que reforça a ideia de que se trata de mais um dentre os erros comuns no e-commerce e que resultam na perda de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *